Votorantim registra seis casos de leishmaniose

Publicado em 01/08/2018

De janeiro a julho de 2018, seis casos de leishmaniose canina foram registrados em diferentes bairros de Votorantim. O Departamento de Vigilância em Saúde finalizou, no mês passado, a primeira etapa da coleta de sangue de cães em residências de bairros pré-determinados pela Superintendência de Controle de Endemias (Sucen). Foram colhidas mais de 500 amostras para verificar a presença do vírus e o material foi encaminho para análise no Instituto Adolfo Lutz, onde foram confirmados mais dois casos da doença.

Conforme explica o secretário de Saúde, Junior Silveira, o teste é seguro e essencial no combate à doença e a cidade segue os protocolos estabelecidos pelo Ministério da Saúde quanto ao monitoramento da leishmaniose em centros urbanos.

Com o fim da primeira etapa da coleta de sangue, mais dois trabalhos de inquérito canino estão programados para outubro e novembro deste ano. Durante as ações, os agentes do Centro de Controle de Zoonoses, devidamente identificados, realizam um levantamento histórico do cachorro e orientam os proprietários sobre as formas de prevenção.

A CCZ também realiza a fiscalização de terrenos baldios e multa os proprietários que não limpam os imóveis, já que o mosquito se reproduz em matéria orgânica em decomposição, como montes de folhas, restos de gramas e de pode de árvores deixados em lugares úmidos e sombreados.

Informações:

Horário de atendimento:
De segunda a sexta-feira, das 8h às 17h


Sede Apevo:
Rua Antônio Fernandes, 50 – Centro – Votorantim – SP

Telefones: (15) 3243-2410 | (15) 3353-8080


Unidade de Saúde Apevo:
Rua Sebastião Lopes, 97 – Centro – Votorantim – SP

Telefone: (15) 3353-9800